PREFEITURA ENTREGA CESTAS BÁSICAS PARA AMBULANTES, CATADORES DE RECICLÁVEIS E FAMÍLIAS DA ECONOMIA SOLIDÁRIA

PREFEITURA ENTREGA CESTAS BÁSICAS PARA AMBULANTES, CATADORES DE RECICLÁVEIS E FAMÍLIAS DA ECONOMIA SOLIDÁRIA

9 de abril de 2020 Off

A Prefeitura de São Carlos repassou nesta quinta-feira, dia 9 de abril, 130 cestas básicas para os ambulantes cadastrados na Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano, para 45 catadores de recicláveis da cooperativa que presta serviços ao município (coleta seletiva) e para 40 famílias cadastradas no programa de Economia Solidária, coordenado pela Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda, totalizando 215 cestas.
As cestas básicas foram doadas para o Fundo Social de Solidariedade do Município (FSS) pela rede de supermercados Savegnago e repassadas para essas pessoas. “Agradecemos ao Savegnago por mais essa colaboração, já que o grupo sempre ajuda o FSS nas campanhas desenvolvidas durante todo o ano. Além dessas famílias também estamos repassando cestas para as entidades assistenciais cadastradas”, informou a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lucinha Garcia.
O prefeito também agradeceu ao supermercado, mas disse que a Prefeitura está adquirindo mais alimentos com recursos próprios. “Já autorizamos a Secretaria de Cidadania e Assistência Social para que compre mais cestas básicas para podermos ajudar outras famílias. Toda a ajuda é muito bem vinda, porém temos que estar preparados já que muita gente perdeu a capacidade de renda nesse momento e mais do que nunca vai precisar do poder público”, ressaltou Airton Garcia.
De acordo com a secretária de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa Marques, desde do dia 23 de março até essa quinta-feira, dia 9 de abril, já foram concedidos como benefício social, com recursos da própria Prefeitura, outras 367 cestas básicas. “São pessoas em vulnerabilidade social, que passam por uma triagem realizada pelas nossas equipes profissionais. Algumas já estavam nessa situação, outras já tinham conseguido renda e estavam caminhando já sem ajuda da Cidadania, porém agora com a pandemia e a maioria dos serviços paralisados momentaneamente, sabemos que essa demanda vai aumentar, por isso estamos nos preparando”, disse a secretária.

Siga e compartilhe: